COMPARTILHAR

DENÚNCIAS, MULTAS E PEDIDO DE INVESTIGAÇÕES INFLAMAM A FOGUEIRA DAS VAIDADES EM CORÉLIO PROCÓPIO

 

Por Enio Trevizani

29 / 06 / 2014

É, a vida dá voltas e às vezes quando pensando que estamos por cima e cheios de si, logo percebemos que não é bem assim, as coisas mudam de uma hora para a outra e quando nos damos conta, chegamos a conclusão que estamos por baixo em meio a um furacão e é isto que está acontecendo com o prefeito Fred em Cornélio Procópio, um verdadeiro “inferno astral”, como diriam os exotéricos.

Depois de certa instabilidade em seu governo nos últimos dias, o prefeito pode diminuir a tensão e no início da semana, o alcaide ficou satisfeito com a inauguração de uma ala permanente de atendimento a crianças no posto de saúde central, além da unidade de apoio as gestantes, uma bela conquista para a comunidade, um grande presente e uma vitória pessoal de Fred.

Tenho que reconhecer, Fred se preocupa com a saúde da população e vem fazendo um ótimo trabalho nesta área, contudo, quando me preparava para descrever o feito e enobrecer tal ato de dinamismo da administração pública que é meu dever, fui obrigado a interromper minha adulação e incentivo para melhoria dos serviços graças aos fortes ventos sopraram contra o alcaide, armando uma tempestade que trouxe a notícia que o prefeito foi multado pelo Tribunal de Contas do Paraná pelas atrapalhadas de sua equipe administrativa, algo que está se tornando costumeiro.

Daí para frente os ventos procopenses espalharam a informação para os quatro cantos da cidade, inflamando a fogueira das vaidades e atentos, os opositores do prefeito brindaram o revés, o novo tropeço, o que era alegria virou preocupação. Outros assuntos outrora esquecidos voltaram à tona e muitos começaram a exigir explicações. Alguns ainda na ânsia de cavar mais fundo para encontrar e expor algo errado que possa estar escondido se apresentaram. Enquanto isso a assessoria do alcaide se mexe como nunca buscando explicações convincentes.

Para piorar a situação, o promotor público da cidade solicitou a Câmara de Vereadores que investiguem as denúncias da vice-prefeita Aurora por supostas irregularidades na Secretaria de Saúde do município que derrubaram duas funcionárias comissionadas. Denúncias estas feitas em uma carta de renúncia após Aurora “abandonar o barco” e “desaparecer”, um hábito constante que estou depreendendo na conduta da nobre e respeitada política procopense.

A coisa ficou mais feia na manhã de quinta feira (26), quando ao ligar para o programa de rádio do repórter Odair Matias para se justificar sobre a multa que estaria levando do Tribunal de Contas, o alcaide perdeu a compostura “ao vivo” quando tentava explicar o erro de sua equipe.

Fred se irritou quando foi lembrado sobre a contratação de um menor de idade que foi manchete em vários sites do país, inclusive no G1, outro equívoco de seu grupo de apoio e passou a atacar o comunicador de forma deselegante e gratuita, mencionado que Odair Matias, que sequer abordava o assunto sobre o TCE no seu programa, estava descontente com ele por motivos de favorecimentos financeiros negados, deixando Odair e os ouvintes perplexos.

Surpreso com as declarações de Fred, Odair rebateu, afirmando que nunca procurou a prefeitura para solicitar ajuda financeira para seu programa ou o blog o qual ele assina e sim o contrário, postando posteriormente em sua página pessoal e em uma rede social um documento que comprova a sua afirmação.

Aluído com a postura grosseira do governante que esbravejava do outro lado da linha contra a sua pessoa, Odair solicitou que a ligação fosse encerrada em respeito aos seus ouvintes e o caso deve ser levado aos tribunais, gerando um desgaste físico e mental para ambas as partes.

Lembrando que quem abaixar o nível ou alterar o tom de voz durante um desentendimento ou discussão, este automaticamente perde a razão, além de que gritos e ofensas são artimanhas usadas por aqueles que não possuem argumentos.

O prefeito Fred já demonstrou aparente descontrole emocional em outras situações, mesmo durante a campanha, que levanta a dúvida quanto a sua instabilidade como dirigente nas relações interpessoais no contexto político, que abrange o autoconhecimento que é vital para administrador reconhecer e controlar os seus traços de comportamento, a empatia que leva a pessoa a enxergar além do próprio umbigo e ampliar a percepção da realidade com os pontos de vista dos outros, a assertividade, que é a habilidade de se expressar de forma serena e respeitosa, além da cordialidade, que é vital para qualquer pessoa educada, sem contar a ética.

O prefeito tinha tudo para se dar bem, mas os fatos indicam que para conquistar apoio ele se cercou de pessoas sem gabarito, criando situações que o envolveram em saia justas, como a contratação do menor de idade citado acima, perda de verbas, promessas não cumpridas, acusações de falta de experiência, arrogância, o caso com o grupo da terceira idade, colocar sindicalistas para trabalharem em comissões e pessoas desqualificadas em cargos de chefia, além dos próprios familiares na administração, sem salário, mas estão lá.

Estes episódios no decorrer da gestão Fred acabaram desgastando a sua imagem até o momento e agora uma intervenção desastrosa durante um programa de rádio que provocou um atrito com um repórter de credibilidade que tratava de outros assuntos abala ainda mais a sua figura, que nos leva a crer a que atual administração pública de Cornélio Procópio não aceita críticas e tenta se impor através do ataque leviano.

O desespero é tanto que qualquer notícia vira uma manchete, como o artigo vinculado no jornal Folha de Londrina, que indica que o município supostamente se desenvolveu nos últimos anos, quando dados reais demonstram o contrário.

A administração do prefeito Fred está sendo marcada com grandes acertos, porém grandes erros, muitas concessões, condescendências e demasiada autopromoção. Tudo isso vai ser colocado em uma balança e à população deverá avaliar o que pesa mais. Caso o alcaide não mude a sua postura e coloque pessoas mais aptas para trabalhar ao seu lado, certamente ele não terá um segundo mandato para exercer e sua carreira política pode terminar no anonimato.

 

PENSE NISTO!!

CURTA NO FACEBOOK E FAÇA O SEU COMENTÁRIO!!

® Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.


Visitantes On Line

 

Copyright® 2013 - 2014 Crônicas Procopenses

Todos os Direitos Resevados - Cornélio Procópio - Paraná